Para Iran, Frente deve enfrentar realidade da violência e garantir, preservar e ampliar os direitos das mulheres

Por Valesca Montalvão

Na manhã desta segunda-feira, 15, os parlamentares integrantes da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa de Sergipe estiveram reunidos para debater alterações ao Estatuto da Frente, como também para a realização da eleição para a composição do seu Conselho Executivo.

O deputado Iran Barbosa, do PT, foi eleito o 1º secretário do Conselho, que é composto pela deputada Maísa Mitidieri, presidente; deputada Kitty Lima, vice-presidente; e deputado Georgeo Passos, 2º secretário.

De acordo com Iran, um dos principais desafios da frente é enfrentar o desrespeito aos direitos, à cidadania e à condição humana da mulher.

“Sergipe figura como um estado marcado pelo alto índice de violência doméstica e familiar. A Frente deve estar articulada com a sociedade civil para enfrentar essa realidade e garantir, preservar e ampliar os direitos das mulheres”, disse o parlamentar.

Ainda segundo Iran, “para além de definirmos a composição do Conselho Executivo, fizemos o debate sobre quais as relações que devem ser estabelecidas entre a Procuradoria da Mulher e a Frente Parlamentar, ambas instituídas na Casa Legislativa”, explicou.

“É importante compreendermos que os dois espaços não são concorrentes e nem devem ter sobreposições de funções, para que cada um, desempenhe sua função específica, contribuindo para a qualificação das ações do parlamento sergipano em defesa dos direitos da mulher ”, acrescentou Iran Barbosa.