O desenvolvimento nacional e a atuação da engenharia, agronomia e geociências são discutidos na Alese

0
54
"Não há como pensar sobre projeto de desenvolvimento sem relacionar a engenharia, a agronomia e a geociências", afirmou Iran

Por iniciativa do deputado estadual Iran Barbosa (PT), que é presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática da Assembleia Legislativa, o Grande Expediente da Sessão Ordinária desta quinta-feira, 13, foi dedicado ao debate sobre “A importância da engenharia, agronomia e geociências no desenvolvimento nacional”. O tema foi abordado pelo presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Joel Krüger.

A importância das profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea e Mútua, estratégias da engenharia, da agronomia e da geociências para o desenvolvimento nacional, a atuação entre o Parlamento e o Sistema, a qualidade de vida da população e a promoção do desenvolvimento nacional foram alguns dos pontos abordados pelo presidente do Confea.

“Nós temos hoje dois grandes desafios nas nossas profissões da engenharia, agronomia e geociência. Primeiro é atender à velocidade das mudanças tecnológicas com as inovações e as alterações que ocorrem diariamente. Por outro lado, um problema conjuntural. A atividade econômica está restrita e precisamos atuar, em conjunto com o Parlamento, para recuperar o crescimento nacional, trazendo o pleno emprego e investindo na ciência e tecnologia com inovação nas nossas profissões”, disse.

De acordo com o deputado Iran, o Brasil precisa retomar o projeto de desenvolvimento que seja focado na soberania nacional e nos seres humanos.

“A categoria aqui representada tem um papel estratégico, visto que não há como pensar sobre projeto de desenvolvimento sem relacionar a engenharia, a agronomia e a geociências”, disse.

Iran Barbosa parabenizou o Sistema Confea/Crea e Mútua por estar buscando o diálogo com os parlamentares, apresentando suas expectativas, discutindo as questões tecnológicas, legislativas e orçamentárias e buscando uma parceria em prol do desenvolvimento nacional.