Imprimir
PDF

Iran Barbosa participa de Ato Público dos Servidores Estaduais

Escrito por Valesca Montalvão on .

Pin It

"São cinco anos de massacre à classe trabalhadora do Serviço Público de Sergipe""São cinco anos de massacre à classe trabalhadora do Serviço Público de Sergipe"O vereador e professor Iran Barbosa, do PT, participou de um ato público unificado dos servidores públicos estaduais para lutar por valorização, pela estabilidade de emprego dos trabalhadores da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) e contra o congelamento, atrasos e parcelamentos de salário dos servidores públicos estaduais da ativa e aposentados.

A manifestação aconteceu em frente ao Palácio de Despachos do Governo do Estado, na Avenida Adélia Franco, na manhã desta terça-feira, 20, e foi marcada por críticas ao Governo do Estado pela sua política de ataques aos direitos dos Servidores Estaduais e de desmonte do Serviço Público de Sergipe.

“Companheiros de várias categorias estão se manifestando contra a política de congelamento, atrasos e parcelamentos salariais e de desrespeito aos nossos direitos básicos e eu estou aqui para, mais uma vez, fazer parte desta luta que também é minha. São cinco anos de massacre à classe trabalhadora do Serviço Público de Sergipe”, disse Iran, parabenizando a iniciativa conjunta dos diversos sindicatos do Serviço Público Estadual.

“Apesar de ser o último ano do governador Jackson Barreto, não podemos diminuir a nossa luta. Ao contrário, devemos continuar unidos para mostrar que esta foi uma das piores gestões para o servidor público”, afirmou.

Para o petista, os trabalhadores do Serviço Público do Estado de Sergipe enfrentam uma situação extremamente difícil.

“Resistimos e continuaremos resistindo. Presto aqui minha solidariedade e manifesto a minha repulsa a essa situação. São direitos dos quais não vamos abrir mão. Vamos superar este momento e esta luta será vitoriosa”, enfatizou Iran Barbosa, lembrando que os servidores mais antigos, como ele, já enfrentaram vários algozes que ocuparam o Palácio do Governo. "Eles passaram. Nós resistimos, ficamos e continuamos servindo o povo e lutando por dignidade!", finalizou o Parlamentar.

Notícias relacionadas