Imprimir
PDF

Iran Barbosa acompanha a luta contra o fechamento de escola em Aracaju

Escrito por George W. Silva on .

Pin It

Iran dialoga com professores e direção da escola, colocando o seu apoio contra o fechamento da unidadeIran dialoga com professores e direção da escola, colocando o seu apoio contra o fechamento da unidadeO Vereador e Professor Iran Barbosa, do PT, participou de mais uma reunião com professores e com a direção da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) General Freitas Brandão, localizada no Bairro Suíssa, que está ameaçada de fechamento. A reunião aconteceu na unidade de ensino, na segunda-feira, 02, dando sequência às mobilizações da comunidade escolar contra o seu fechamento, e contou, também, com a participação de dirigentes do Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju (Sindipema).

No último dia 21 de março, o parlamentar esteve presente na primeira reunião, da qual participaram professores, diretores, funcionários, pais de alunos, alunos, ex-alunos, gente da comunidade e representantes da Semed, como também do Sindipema. Posteriormente, no dia 28 de março, a sua assessoria acompanhou a Audiência Pública realizada na Promotoria de Justiça dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Estadual, onde a questão também foi pautada e encaminhamentos foram tirados.

Na reunião da segunda-feira (02), os professores e equipe diretiva da EMEF Freitas Brandão novamente expuseram suas angústias e preocupações quanto à política da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que decidiu retirar o transporte para o uso de alunos da escola que moram em outros bairros e estimulou a disseminação da ideia de que a escola fecharia, o que resultou na dificuldade de matrículas na unidade escolar.

“Acontece que o Freitas Brandão, há muito tempo, se consolidou como uma escola que recebe alunos vindos dos Bairros Santa Maria, 17 de Março e de outros bairros com carência de escolas de ensino fundamental. Não se fecha escola. Buscam-se alternativas para o seu pleno funcionamento com planejamento, estratégias e ouvindo os principais interessados, que são os professores, alunos e pais de alunos”, ressaltou Iran Barbosa.

Para o parlamentar, é preciso que os professores mantenham a mobilização, com o apoio do Sindipema, e que busquem dar continuidade ao calendário normal da escola, cobrando chamada pública por parte da Semed, construindo o planejamento escolar de 2018 e realizando as matrículas dos seus alunos.

“É importante a determinação de manter a escola aberta e funcionando, e que a Semed procure dar encaminhamentos ao que a comunidade escolar decidiu e sugeriu, porque houve sugestões dadas na primeira reunião e que precisam ser atendidas e respondidas. O que precisa ser compreendido pela gestão municipal é que deve ser dada aos alunos que aqui estudaram no ano passado a oportunidade de concluírem seus estudos por aqui, porque muitos, com certeza, criaram vínculos com essa escola e têm esse direito de aqui continuarem a estudar”, defendeu o parlamentar.

Resistência e luta

Professores expuseram angústia e preocupações quanto ao futuro incerto da escolaProfessores expuseram angústia e preocupações quanto ao futuro incerto da escolaUma das alternativas defendidas pelos professores do Freitas Brandão é que a escola possa vir a atender alunos da Educação Infantil em 2019, diante da grande demanda que há na região para atendimento escolar a crianças de 0 a 5 anos, o que já aponta um caminho para manter a escola aberta e atendendo à comunidade.
 
Iran Barbosa apoia a ideia e parabenizou a resistência dos professores, da comunidade e também a presença do Sindipema, somando-se à luta contra o fechamento daquela unidade escolar.

“É uma resistência muito bonita e importante a que vocês fazem aqui, e que já surtiu alguns efeitos positivos, como a reabertura das matrículas on-line e à continuidade da matrícula presencial que haviam sido fechadas pela Semed. Sabemos que essa luta não será fácil e que o ano será turbulento. Mas, mesmo com essa turbulência, é na resistência que faremos avançar os nossos objetivos de garantir Educação Pública de qualidade aos munícipes”, finalizou Iran.