Imprimir
PDF

Iran Barbosa participa da abertura do Festival Curta-SE

Escrito por George W. Silva on .

Pin It

Festival de cinema traz para Sergipe curta-metragens nacionais e internacionaisFestival de cinema traz para Sergipe curta-metragens nacionais e internacionaisO vereador Iran Barbosa, do PT, que é Presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal de Aracaju, participou, na noite da segunda-feira, 23, da abertura do 18ª edição do Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe – Curta-SE, que aconteceu no Teatro Tobias Barreto(TTB), na capital sergipana. O evento teve a apresentação da Orquestra Sinfônica de Sergipe e do Coro Sinfônico, seguido pela Mostra Informativa com a websérie “Empoderadas”. O tema deste ano do Festival é “Afrodite”, em alusão ao cinema feminino e negro.

Para Iran, que tem entre os eixos da sua atuação parlamentar a cultura, o Curta-SE tornou-se referência nacional entre festivais de curta-metragem e tem cumprido um papel importante no fomento à cultura cinematográfica no nosso Estado.

“Sem dúvida, o Curta-SE cumpre uma tarefa muito importante no cenário da cultura sergipana por trazer, a cada ano, mostras significativas de cinema, focando nos curtas-metragens e abrindo espaço também para a produção local. Isso é muito significativo e merece todo o nosso apoio”, destacou o vereador, que assistiu à abertura do Festival acompanhado da deputada estadual Ana Lúcia (PT) e da professora Ângela Melo.

Iran ao lado da deputada estadual Ana Lúcia e da professora Ângela MeloIran ao lado da deputada estadual Ana Lúcia e da professora Ângela MeloCine Vitória

Iran Barbosa, em todos os mandatos que exerceu e no atual, sempre apoiou a cultura sergipana, em todas as suas vertentes. Quando foi deputado federal (2007 a 2011), o parlamentar indicou emendas importantes ao Orçamento Geral da União, contemplando a cultura na Capital e em cidades do interior. Entre as várias emendas do parlamentar, uma foi direcionada para a revitalização do Cine Vitória, localizado no Centro de Aracaju, fruto de uma discussão com a diretora-executiva da Casa Curta-SE, Rosângela Rocha.

A emenda, de R$ 300 mil, apresentada em 2009, ajudou na reforma e modernização do espaço, viabilizadas através de um convênio firmado entre o Governo do Estado e o Ministério da Cultura (MinC). Em julho de 2013, o Cine Vitória foi reentregue aos aracajuanos, ficando a Casa Curta-SE como responsável pela programação da sala de cinema.

“Sempre me traz uma grande satisfação ver o resultado positivo de um recurso que se originou de uma emenda parlamentar que apresentei, em 2009, para a área da cultura. Aracaju ainda tem um número muito reduzido de salas de projeção, e, das existentes, à exceção do Cine Vitória, as demais estão localizadas em shopping centers e voltadas para o circuito comercial. O circuito alternativo e de arte acabam negligenciados, o que amplia e valoriza ainda mais a realização do Festival Curta-SE”, externou Iran Barbosa.

 Cine Vitória: reformado em 2013 graças à emenda federal indicada por Iran Barbosa Cine Vitória: reformado em 2013 graças à emenda federal indicada por Iran BarbosaSobre o festival

O Festival ocorre até o dia 27 de julho. Após a abertura oficial, no dia 23, a programação segue para o Cinema Vitória, com exibições de videoclipes, vídeos de bolso, curtas sergipanos, curtas iberoamericanos, trailers e longas-metragens, além de uma roda de conversa sobre a participação das mulheres no audiovisual.

O Curta-SE 18 também enaltece a Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024), proclamada pela resolução 68/237 da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Nesta década, a comunidade internacional reconhece que povos de ascendência africana representam um grupo distinto, cujos direitos humanos precisam ser promovidos e protegidos.