Imprimir
PDF

Iran Barbosa participa do 3º Congresso dos Trabalhadores do Judiciário

Escrito por George W. Silva on .

Pin It

Iran destacou a força do Sindijus nas lutas sociais e sindicaisIran destacou a força do Sindijus nas lutas sociais e sindicaisO vereador Iran Barbosa, do PT, participou, na noite da sexta-feira, 24, da abertura do 3º Congresso Estadual dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Sergipe – Conjus, cujo tema foi “Democratizar o Judiciário, Democratizar a Sociedade Brasileira”. O parlamentar participou da mesa de abertura ao lado do dirigente do Sindijus, Marcelo Ferreira; da deputada estadual Ana Lúcia; do representante do Dieese, Luis Moura; do defensor público e integrante da Frente Brasil Popular, Erick Argolo; do dirigente da Fenajud, Dionízio Barbosa; do representante do MST, José Adriano; e do presidente da CUT/SE, Rubens Marques, o Professor Dudu.

Na ocasião, Iran parabenizou a organização do evento e também todos os delegados presentes pela realização do Congresso. O parlamentar destacou a presença de representações de várias entidades dos movimentos sindical e social como resultado da importância que o Sindijus conquistou por sua participação sempre ativa nas lutas dos trabalhadores não só do Poder Judiciário, mas de muitos outros segmentos e setores.

“O Sindijus é uma referência nas lutas da classe trabalhadora, mas também nas demais lutas sociais; e a presença de tantas entidades aqui mostra a força que esse sindicato conquistou, pela inserção que tem hoje nas lutas sindical e social, com capacidade de diálogo com os movimentos e de se aglutinar às forças progressistas para enfrentar os desafios que a conjuntura nos impõe, ainda mais em momentos como o que estamos vivendo, de golpe e de ataques aos direitos sociais e dos trabalhadores brasileiros”, manifestou o parlamentar.

Ainda de acordo com Iran, o Sindijus tem despontado como um grande exemplo de organização sindical em Sergipe que tem feito à resistência dos trabalhadores, enfrentando o difícil cenário dos últimos tempos e a dura tarefa de fazer luta sindical dentro do Poder Judiciário.

“Não é fácil fazer luta de classe contra aqueles que têm a espada nas mãos e o poder de decisão sobre cravar ou não em sua cabeça. Parabéns à direção do Sindijus pela coragem de resistir e fazer o enfrentamento necessário em favor da sua categoria”, disse.

Iran Barbosa parabenizou, ainda, a escolha do tema do Congresso. Para ele, a democratização do Poder Judiciário é uma pauta que precisa cada vez mais ser compreendida e encampada pela sociedade.

“O Judiciário é um Poder apartado da sociedade; na verdade, transformou-se num super Poder. Há muitas críticas e cobranças aos poderes Legislativo e Executivo, mas a população ainda não incorporou o fato de o Judiciário ser também um Poder que deve estar subsumido à vontade popular e ao seu controle. A democratização do Judiciário é mais que uma necessidade. É preciso discutir uma reforma urgente desse Poder, inclusive quanto à sua estrutura de funcionamento e formas de composição dos seus membros”, enfatizou o parlamentar.

“E discutir democratização do Judiciário é também discutir a valorização daqueles que são os responsáveis direto pela democratização da Justiça, que são os servidores desse Poder. É pelas mãos destes que essa democratização passa, porque são estes que fazem funcionar o dia a dia do Judiciário e, sem estes servidores não há como fazer a Justiça funcionar efetivamente. Por isso defendemos que essa categoria seja respeitada, estimulada e valorizada sempre, e com o quantitativo suficiente para atender bem a população”, externou Iran Barbosa.