Imprimir
PDF

Iran Barbosa rememora o Dia da Independência para defender a soberania do Brasil

Escrito por Valesca Montalvão | Foto: Gilton Rosas on .

Pin It

Iran abordou o tema na tribuna da Casa ParlamentarIran abordou o tema na tribuna da Casa Parlamentar“Estamos vivendo um período de retrocesso da soberania nacional. O nosso 7 de Setembro deve ser marcado pela reflexão sobre os riscos que a Independência do Brasil está correndo”, afirmou o historiador e vereador Iran Barbosa (PT), na tribuna da Câmara Municipal de Aracaju, na manhã desta quinta-feira, 6.

Na véspera da comemoração do Dia da Independência, o parlamentar rememorou a data para fazer uma análise sobre o momento no qual está inserido o Brasil.
“Refletir sobre o 7 de Setembro é analisar, no atual contexto nacional, se, de fato, a nossa independência não está sendo colocada em real perigo”, disse o historiador.

“Estamos vivendo um período em nosso país onde, nas escolas, tentam calar os professores; nos museus queimam a nossa história; na política prendem os grandes líderes populares; na economia entregam as nossas riquezas à canalha Internacional... A pergunta óbvia que temos que fazer é: para onde estamos caminhando? Qual será o futuro que legaremos às próximas gerações?”, questionou.

O vereador defendeu que o marco histórico da independência não pode ser comemorado sem que chamemos a atenção do povo brasileiro para o que está em jogo neste momento que a Nação atravessa.

“Nós precisamos reagir, resistir e contribuir na defesa da soberania do nosso país. Não podemos assistir de forma passiva a entrega das nossas riquezas ao grande capital internacional. Não podemos tolerar o desvio de finalidade que o governo golpista está impondo sobre o Pré-sal, que em lugar de ter seus lucros direcionados para a Educação e a Saúde, estão sendo entregues a empresas estrangeiras. Temos que cuidar dos nossos aquíferos, das nossas terras e do nosso povo com a firmeza de quem defende sua independência, sua soberania. Não podemos permitir que nos recolonizem ou que voltemos a ter a nossa economia controlada por agentes econômicos alienígenas, como ocorria em tempos recentes, quando o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional tinham mais controle sobre as nossas finanças do que o nosso povo e o próprio governo do Estado Nacional. É isso que está em jogo. É isso que precisamos reverter imediatamente, afastando dos órgãos decisórios os políticos entreguistas que saqueiam e negociam o patrimônio nacional”, finalizou Iran Barbosa, dedicando o seu discurso aos milhões de brasileiros anônimos que lutaram e continuam lutando cotidianamente pela soberania nacional e pela Independência do Brasil.

Notícias relacionadas