Imprimir
PDF

Tribuna Livre discute a situação das Bibliotecas Municipais

Escrito por Valesca on .

Pin It

Bilbioteca pública municipal Clodomir Silva, localizada no bairro Siqueira CamposBilbioteca pública municipal Clodomir Silva, localizada no bairro Siqueira CamposPor solicitação da Associação Profissional dos Bibliotecários e Documentalistas de Sergipe (APBDSE) aconteceu, nesta terça-feira (20/11), uma ‘Tribuna Livre’, na Câmara Municipal de Aracaju, para que representantes da entidade pudessem discutir sobre bibliotecas escolares e bibliotecas públicas municipais com os vereadores de Aracaju.

O tema foi tratado pela presidente da APBDSE, Telma de Carvalho, que pontuou a falta de valorização e seleção de profissionais bibliotecários em Aracaju e em Sergipe, bem como a ausência de investimento no funcionamento, na estrutura e na ampliação das bibliotecas municipais.

Segundo a presidente, tanto em âmbito estadual quanto municipal, não há o cargo de bibliotecário.

“É necessário que ocorra a reativação do cargo de bibliotecário para abertura de concurso público”, disse.

Ainda segundo ela, a Administração Municipal, no período eleitoral, mencionou a ampliação dos investimentos nas bibliotecas municipais, a reativação da Marinete do Saber e a criação de uma rede de bibliotecas escolares. No entanto, são ações que não foram colocadas em prática.

“Ainda há muito o que ser feito nas bibliotecas. A exemplo de infraestrutura para atendimento de necessidades especiais, acervos acessíveis e tecnologia assistiva, além de questões de segurança predial e física dos trabalhadores”, acrescentou Telma, reforçando a necessidade de reativação.

Outro assunto abordado o pela presidente Telma foi a falta de cumprimento do art. 3º da Lei 12.244, que dispõe sobre o desenvolvimento de esforços progressivos para que a universalização das bibliotecas escolares seja efetivada num prazo máximo de dez anos, respeitada a profissão de bibliotecário.

“Faltando cerca de dois anos para o cumprimento das determinações, não estamos vivenciando as ações necessárias para o seu atendimento. Somos sabedores da dificuldade de aplicação da Lei, mas podemos juntos buscar alternativas”, disse Telma de Carvalho, colocando a APBDSE como parceira para que o município e Aracaju desenvolva programa de capacitação e serviços.

O vereador Iran Barbosa fez uma breve análise do que representa a biblioteca em uma sociedade, parabenizando a Associação Profissional dos Bibliotecários e Documentalistas de Sergipe pelo trabalho desenvolvido.

“Precisamos repensar o próprio conceito de biblioteca, que perpassa pela concepção de cultura e de educação. Muitas vezes, esse espaço é encarado apenas como um depósito de livros, quando, na verdade, as bibliotecas devem ser vistas na perspectiva de amplos Centros Culturais, que agregam na sua acepção, várias formas de acesso aos bens culturais interligados à leitura”, defendeu.

“Parabenizo a APBDSE pela luta constante e coloco o mandato que represento à disposição, que tem cobrado recorrentemente da Administração a valorização profissional e investimento nas bibliotecas municipais”, finalizou Iran Barbosa.

Notícias relacionadas