Imprimir
PDF

Vereador Iran cobra reforma de terminais de ônibus de Aracaju

Escrito por Valesca Montalvão on .

Pin It

Terminal de Integração do Distrito Industrial de Aracaju – DIATerminal de Integração do Distrito Industrial de Aracaju – DIAA falta de conservação dos terminais de ônibus de Aracaju é uma cobrança recorrente feita pelo vereador Iran Barbosa, do PT. Preocupado com a estrutura física precária desses locais e com as suas condições de funcionamento, o parlamentar apresentou, na Câmara Municipal de Aracaju, mais uma vez, Indicações ao Poder Executivo para que, através da Empresa Municipal de Obras e Urbanismo – Emurb e da Superintendência de Transporte e Trânsito – SMTT, providencie as reformas de três Terminais de Integração de ônibus da Capital.

As Indicações 30, 31 e 35 de 2019 solicitam a reforma do Terminal de Integração Manoel de Aguiar Menezes, conhecido como “Terminal do Mercado”, situado no Centro da Cidade; do Terminal de Integração do Distrito Industrial de Aracaju – DIA, situado no bairro Inácio Barbosa; e do Terminal de Integração Fernando Sávio, conhecido como “Terminal da Rodoviária Velha”, situado no centro da Cidade, respectivamente, reiterando indicações apresentadas em 2017 e 2018.

Iran lembrou que o valor da passagem da capital sergipana lidera entre os valores praticados nas capitais da região Nordeste. No entanto, os usuários do transporte sofrem com o péssimo serviço oferecido.

“Entendo que essas reformas devem ser tomadas como prioridades pela atual Administração, pois são locais que necessitam de cuidados e de manutenções permanentes. A população paga caro pela passagem do transporte coletivo”, frisou Iran.

IPCA

O vereador Iran mencionou a divulgação dos dados da pesquisa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada na última sexta-feira, 11 de janeiro.

“Segundo a pesquisa, em Aracaju o aumento foi de 0,67% em dezembro de 2018, sendo alta mais intensa entre todas as regiões, enquanto para o Brasil, a alta nos preços foi 0,15%. O aumento é reflexo do reajuste de 14% na tarifa dos ônibus urbanos”, explicou.

“Esse aumento abusivo e inoportuno da tarifa do transporte não pesou apenas no bolso dos usuários, mas também de todo consumidor sergipano”, afirmou Iran Barbosa.

Notícias relacionadas