Imprimir
PDF

Reunião organiza a 1ª Semana Municipal da Cidadania LGBTT

Escrito por Assessoria de Imprensa do Mandato on .

Pin It

Na tarde desta segunda-feira, 8, o vereador Iran Barbosa (PT) participou da reunião que discutiu a construção de ações que buscam dar visibilidade ao dia 17 de maio, que, em Aracaju, é marcado pelo Dia Municipal de combate às LGBTfobias.

Durante a reunião, Iran anunciou a aprovação da Frente Parlamentar em Defesa da Cidadania LGBTT, de sua autoria Durante a reunião, Iran anunciou a aprovação da Frente Parlamentar em Defesa da Cidadania LGBTT, de sua autoria "Nosso mandato tem compromisso com os Direitos Humanos e luta por uma sociedade livre de preconceitos e de discriminação. Por isso estamos totalmente engajados nas agendas que buscam promover a cidadania das pessoas, independentemente de sua orientação sexual e de sua identidade de gênero ".

A reunião, que foi uma iniciativa da Secretaria Municipal da Assistência Social e Cidadania de Aracaju, através da Diretoria de Direitos Humanos, contou com a participação de representantes do Conselho Tutelar, da Fundat, da Guarda Municipal, da Adhones, da Astra, do Levante Popular da Juventude, além do vereador Iran Barbosa e da vereadora Kitty Lima e de membros de suas assessorias; e foi dirigida pelo Coordenador de Promoção da Equidade da Diretoria de Direitos Humanos, Paulo Victor Melo.

Na oportunidade, o vereador Iran Barbosa anunciou a aprovação da Resolução N° 02/2017, que cria a Frente Parlamentar em Defesa da Cidadania LGBTT, no âmbito da Câmara Municipal de Aracaju e, juntamente com a vereadora Kitty Lima, discutiu a realização da Sessão Especial que deverá ocorrer às 9 horas do próximo dia 15 de maio.

O coordenador Paulo Victor colocou para o debate dos participantes as iniciativas que a Administração Municipal está propondo para a promoção da Primeira Semana Municipal da Cidadania LGBTT de Aracaju, destacando o material publicitário em forma de Cartaz e Folder, e todas as atividades que estão sendo construídas para a Semana.

"A nossa ideia é extrair compromissos dos agentes públicos em relação às pautas da população LGBTT, para o avanço dos Direitos Humanos na nossa cidade", salientou Iran Barbosa.

Notícias relacionadas