Imprimir
PDF

Iran Barbosa cobra a conclusão do monumento a Marcelo Déda

Escrito por George W. Silva on .

Pin It

Local do monumento a Déda é o retrato do abandonoLocal do monumento a Déda é o retrato do abandonoO Vereador Iran Barbosa, do PT, está cobrando da Administração da Municipal a conclusão das obras do memorial ao ex-prefeito de Aracaju e ex-governador de Sergipe, Marcelo Déda Chagas. Em 17 maio último, Iran apresentou, na Câmara de Vereadores, a Indicação N° 1.179/2017, solicitando do Poder Executivo da Capital a retomada das obras.

O Termo de Outorga de Cessão de Uso foi assinado entre o Instituto Banese e a Prefeitura de Aracaju, em 13 fevereiro de 2015, para a construção do monumento em uma área do Parque da Sementeira onde está a árvore da espécie Pau Brasil plantada, em 2005, por Déda e pela hoje vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino. O período estimado para a conclusão da obra foi o primeiro semestre de 2016.

“No entanto, o cronograma inicial não foi cumprido e chegamos quase ao final do primeiro semestre de 2017 e a obra está parada, sem que tenha sido finalizada. Quem vai ao local só encontra tapumes no entorno de uma parte inicial do monumento e mais nada. Não podemos aceitar que continue assim, com as obras inacabadas, No local, apenas restos de material de construção e tristezaNo local, apenas restos de material de construção e tristezacomprometendo até mesmo a beleza daquela área do Parque da Sementeira, que é muito visitado por aracajuanos e turistas que vêm à nossa cidade”, reclamou o parlamentar.

Para o vereador Iran Barbosa, é imprescindível que as obras sejam retomadas e o monumento ao ex-prefeito e ex-governador seja concluído, até mesmo para honrar a memória do petista, que administrou Aracaju de 2001 a 2006.

“Como foi deixado pela Administração anterior, aquele espaço deprecia o Parque da Sementeira e depõe contra a memória de Déda, que tanto contribuiu com a nossa cidade. Como gestor, Marcelo Déda transformou Aracaju e o carinho que ele demonstrou ter por Aracaju e pelos aracajuanos requer de todos nós e da Administração da cidade um esforço para que aquele monumento em sua homenagem seja logo concluído e aberto à visitação”, defendeu Iran Barbosa.