Imprimir
PDF

Iran participa de Seminário sobre universalização do acesso à água e ao saneamento

Escrito por George W. Silva on .

Pin It

Verador Iran falou da importância do debate sobre a água chegar à populaçãoVerador Iran falou da importância do debate sobre a água chegar à populaçãoO Vereador Iran Barbosa, do PT, participou, na manhã desta sexta-feira, 15/9, do Seminário "Universalização do Saneamento Básico e Controle Social" e do lançamento do Comitê local do Fórum Alternativo Mundial da Água – FAMA 2018, ambos realizados na Assembleia Legislativa de Sergipe, numa parceria entre a Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara Federal, na ocasião representada pelo deputado João Daniel (PT), a Federação Nacional dos Urbanitários (FNU) e o Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgotos de Sergipe (Sindisan), na ocasião, representado por seu presidente, Sérgio Passos, e outros diretores.

O engenheiro e ex-presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Abelardo de Oliveira Filho, tratou do tema proposto para o Seminário, e o presidente da FNU, Pedro Blois, falou sobre a construção do FAMA, seus objetivos e estratégias na defesa da água e do saneamento como um bem comum e como direito humano assegurado, inclusive, por resoluções das Nações Unidas.

Para o Vereador Iran, tanto o seminário quanto o lançamento do FAMA em Sergipe trazem uma luz sobre um tema que é fundamental no atual momento em que vivem o País e o mundo: a garantia do acesso à água e aos demais serviços de saneamento.

“Realizar um evento como este é de fundamental importância. É preciso alcançar a população com debates dessa natureza, explicando tudo que envolve a universalização do bom uso da água e do saneamento, e isso implica dialogar com as pessoas e conquistar a opinião pública em favor dessas políticas, que são essenciais à vida”, colocou o parlamentar.

Iran Barbosa lembrou que durante a sua militância sindical, foi acompanhando os debates trazidos pelo Sindisan, quando o presidente da entidade era Antônio Góis, que ele passou a compreender que a questão da defesa da água e do saneamento não podia ser uma discussão restrita aos sindicalistas do setor ou a um educador, como ele que, na sala de aula, sempre discutiu o tema com os seus alunos.

Evento atriu várias representações do movimento social e sindical de Sergipe e outros estadosEvento atriu várias representações do movimento social e sindical de Sergipe e outros estados“Pela importância que tem na vida das pessoas, esse é um debate que deve ser de toda a sociedade. Por isso que agora, mais do que nunca, precisamos contagiar a população para que participe mais da defesa da água como um bem fundamental à vida”, disse.

O Vereador colocou, ainda, que no momento em que se trava uma grande luta pela formulação dos Planos Municipais de Saneamento, é preciso cobrar dos gestores o encaminhamento do processo assegurando que o debate tenha, na sua essência, a defesa da água e do saneamento como questões de interesse da sociedade, e não do capital e do mercado.

“Nós não podemos permitir que o debate em torno desses Planos envolva apenas os interesses mercadológicos do uso da água e do saneamento básico. Precisamos fazer esse debate tratando dos usos por outro prisma, principalmente pelo interesse social. Aracaju ainda está devendo o seu Plano de Saneamento e sabemos que há consequências para os municípios que não apresentarem no tempo definido em lei nacional. Portanto, essa é uma tarefa sobre a qual estaremos vigilantes e cobrando da Administração Municipal que faça a sua parte”, destacou Iran Barbosa.

Participaram do Seminário e do lançamento do Comitê do FAMA 2018, também, a deputada estadual Ana Lúcia (PT); Rubens Marques, presidente da CUT-SE; José Gabriel, Diretor de Meio Ambiente e Engenharia da Deso; Bráulio Andrade, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos; bem como representantes de vários movimentos sociais e populares; além de entidades diversas sindicais de Sergipe, Paraíba e Distrito Federal.

O Fórum Alternativo Mundial da Água – FAMA contrapõe ao autodenominado “Fórum Mundial da Água”, que é um fórum promovido pelos grandes grupos econômicos que defendem a privatização das fontes naturais e dos serviços públicos de água. O evento acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de março de 2018, em Brasília, no Campus da Universidade de Brasília – UnB.

Mais detalhes sobre o FAMA 2018 no site www.fama2018.org.

 

O Fórum Alternativo Mundial da Água – FAMA2018 acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de março de 2018 em Brasília no Campus da Universidade de Brasília – UnB.