Deputado Iran Barbosa destaca realização do Congresso Brasileiro de Agroecologia

0
101
Parlamentar participou do ato em defesa da agroecologia e do meio ambiente

O deputado estadual Iran Barbosa, do PT, destacou, na tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), a realização do XI Congresso Brasileiro de Agroecologia, iniciado no último dia 4, na Universidade Federal de Sergipe (UFS), no campus de São Cristóvão, e que se encerrará na quinta-feira, 7. O Congresso tem como lema “Ecologia de Saberes: Ciência, Cultura e Arte na Democratização dos Sistemas Agroalimentares” e recebeu professores, estudantes, camponeses, pequenos agricultores e representantes dos povos e comunidades tradicionais das cinco regiões do País.

O parlamentar enfatizou a riqueza do encontro, com a sua extensa e qualificada programação, que envolveu muitas trocas de experiências e debates políticos profundos e necessários, diante da conjuntura difícil que o País atravessa.

“Os defensores da agroecologia tematizaram e discutiriam nos diversos espaços do congresso sobre a política adversa em andamento, totalmente contrária à política voltada para a alimentação saudável e produzida pelos pequenos agricultores e pela agricultura familiar. Quero parabenizar a todos os organizadores e participantes desse importante evento que ocorre aqui no nosso estado”, enfatizou.

Ato Público

Iran destacou, ainda, a sua participação no ato público “Em Defesa da Agroecologia e do Povo Brasileiro”, que aconteceu na Praça General Valadão, no centro de Aracaju, como extensão da programação do Congresso. O ato culminou com a marcha dos manifestantes até o prédio do Ministério da Agricultura em Sergipe.

“Nesse ato, denunciamos a liberação desenfreada, pelo governo federal, de agrotóxicos na nossa agricultura, essa permissão criminosa para que todo o lixo de venenos proibidos mundo afora seja utilizado aqui. Não podemos admitir que continuem nos envenenando. Também denunciamos a retirada de direitos trabalhistas, previdenciários, assistenciais, entre outros; direitos que o povo brasileiro conquistou a duras penas e que estão sendo sistematicamente retiradas da população e da classe trabalhadora”, apontou o parlamentar.

“E além dessas duas pautas importantes, denunciou-se a situação de calamidade ambiental em que o Brasil vive, especialmente, neste momento, o desastre do derramamento de óleo que atinge o litoral nordestino, sem perder de vistas as tantas outras tragédias ambientais que estão devastando o nosso País, em função de uma política desastrosa e de desresponsabilização do Estado com a pauta ambiental”, completou.

Ainda de acordo com Iran Barbosa, a situação das manchas de óleo cru nas praias nordestinas não se deu por falta de previsibilidade, mas por pura negligência, já que existem, no País, leis, decretos e protocolos que deveriam ter sido observados pelos órgãos ambientais federais em caso de desastres como o que ocorreu.

“Esses dispositivos não foram acionados no devido tempo e na devida proporção que o caso requer, de sorte que há sim que se responsabilizar as autoridades pela omissão em relação a esse e a tantos outros crimes ambientais no Brasil”, defendeu o petista.