Iran participa de seminário que discutiu Políticas Públicas e Mudanças Climáticas

0
31
Seminário trouxe dados atualizados sobre as mudanças climáticas e o aquecimento global

O Ministério Público de Contas (MPC), em parceria com o Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), promoveu na manhã da sexta-feira, 4, o seminário ‘Políticas Públicas em Mudanças Climáticas’, no auditório do TCE. O evento teve o objetivo de capacitar e sensibilizar a sociedade como um todo a respeito das mudanças climáticas, mas com especial enfoque no gestor público.

O seminário teve palestra principal da professora doutora Liziane Paixão, especialista em direito ambiental, que falou sobre o ‘Regime Jurídico Internacional para Mudanças Climáticas’. Liziane apresentou um panorama mundial a respeito do meio ambiente, com foco nas mudanças do clima, passando por acordos mundiais, como o Acordo de Paris, até a necessidade da união de atores em cooperação multinível para contenção e solução de problemas.

O deputado estadual Iran Barbosa, do PT, coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista na Assembleia Legislativa do Estado (Alese), participou do seminário. O petista destacou a importância de se acompanhar, permanentemente, os debates sobre mudanças climáticas, porque é um tema que tem rebatimento direto na vida das pessoas e que precisa estar na agenda dos parlamentos e dos demais espaços de poder.

“Trata-se de uma realidade irrefutável, de acordo com os maiores pesquisadores da atualidade, que estamos enfrentando um processo de fortes mudanças do clima por conta da ação humana e que já afetam todos os cantos do planeta. E já é algo muito perceptível aqui, na nossa realidade local, onde vivenciamos chuvas cada vez mais volumosas e torrenciais, a elevação das marés e períodos cada vez mais constantes de secas em algumas regiões de Sergipe. Negar a realidade do aquecimento global como alguns tentam, é negar que precisamos tomar decisões urgentes sobre que modelo de sociedade que queremos e que mundo pretendemos deixar para as próximas gerações”, afirmou.

“O nosso modelo atual de sociedade, onde a lógica do lucro está acima de tudo e acima dos interesses da coletividade ainda predomina, e este é o caminho certo para o desastre. Precisamos mudar essa lógica antes que seja tarde. E seminários como este nos ajudam a entender as razões que vem levando o mundo a sofrer tanto com as mudanças climáticas e nos subsidia de informações atualizadas para, como parlamentar, buscar ampliar esse debate dentro do Parlamento e construir ações que possam se somar a outras em andamento, no combate ao aquecimento global”, completou o petista.

Também contribuíram com o debate o procurador do MPC Eduardo Côrtes; o superintendente de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Semarh/SE), Ailton Francisco Rocha; o secretário Municipal da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida; e a representante da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Aracaju, Carla Zoaid dos Santos.