Iran Barbosa se solidariza ao Magistério de Canhoba em ocupação na Prefeitura

0
189
"Estive presente na ocupação e pude verificar, pessoalmente, a angústia dos meus colegas professores e professoras", disse Iran

O deputado estadual Iran Barbosa (PT) esteve na tarde da terça-feira, 11, na sede da prefeitura municipal de Canhoba, onde o magistério municipal se encontra, ocupando a sede administrativa, desde a última segunda-feira, dia 10.

O deputado, que também é professor, manifestou solidariedade aos colegas do magistério e apelou ao prefeito e à Administração municipal para que dialoguem com a categoria e apresentem alternativas para solucionar a pauta de reivindicação. As assessoras do mandato parlamentar, as professoras Maria Barroso (Lúcia) e Dilene Nunes, também estiveram presentes e acompanham a luta da categoria.

“Estive presente na ocupação e pude verificar, pessoalmente, a angústia dos meus colegas professores e professoras, bem como pude obter as últimas informações à respeito das tratativas de negociação que estão sendo feitas. Pude identificar que não há cumprimento de prazos por parte da Administração municipal e que as lideranças regionais e locais do Magistério já deram ciência de toda a dificuldade de negociação aos vereadores da cidade, a partir da participação em sessão do Poder Legislativo de Canhoba”, informou Iran.

Ao repercutir a luta do magistério municipal de Canhoba, na tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe, nesta quarta-feira, 12, Iran Barbosa reiterou a solidariedade aos educadores e o apelo à Administração para que resolva os problemas.

“Os professores ocupam o prédio da prefeitura e permanecem acampados em função da falta de reajuste do valor do Piso Salarial da categoria, que, inclusive, está congelado há alguns anos”, disse.

“É obrigação dos gestores atualizar e pagar o Piso Salarial com seu valor corrigido, anualmente, no mês de janeiro, porque é um direito da categoria estabelecido em Léo nacional. Reitero o meu apelo para que a Administração municipal busque caminhos para solucionar esse problema. Esperamos que em um curto espaço de tempo, o prefeito sinalize para o cumprimento de sua obrigação”, manifestou Iran.

Piso Salarial

Durante o discurso, o parlamentar cobrou dos prefeitos dos municípios sergipanos e do governador do estado o reajuste do valor do piso salarial do magistério.

“De acordo com as informações divulgadas pelo Sintese, somente 14 municípios dos 74 onde o sindicato tem filiados cumpriram a obrigação de pagar, a partir de janeiro, a correção do piso salarial de 2020. Alguns municípios sinalizaram para fazer isso neste mês de fevereiro e outros negociam para março”, disse.

“Esperamos também que os demais municípios e o Estado de Sergipe tratem de cumprir a obrigação de atualizar o piso salarial do magistério”, cobrou Iran Barbosa.