Iran debate ações de luta dos trabalhadores diante da pandemia

0
137

O deputado estadual Iran Barbosa, do PT, participou, nesta sexta-feira (10), de uma discussão com lideranças do movimento social e sindical de Sergipe que debateu o tema ‘Ações de luta para a classe trabalhadora em Sergipe diante da pandemia’.

O petista dividiu o espaço e as reflexões com a professora Ivonete Cruz, presidenta do SINTESE; com o estudante Luiz Felipe, do DCE-UFS; com o dirigente Nacional do MST, José Roberto; e com a representante do Fórum de Entidades Negras de Sergipe, Laila Oliveira.

A discussão foi uma iniciativa de centrais sindicais, das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, de mandatos populares e de coletivos antifascistas e de combate ao racismo; e foi transmitida, ao vivo, na página do Facebook da CUT/SE.

Iran tratou, dentro do tema e do roteiro propostos pelos organizadores do debate, das várias iniciativas do seu mandato na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), destacando a apresentação de um conjunto de propostas voltadas para o combate à pandemia e para a proteção à vida e à classe trabalhadora. O deputado salientou, também, o papel que a sua assessoria vem cumprindo ao continuar, mesmo durante a pandemia, em contato permanente – por meios virtuais – com lideranças populares e representantes dos movimentos social e sindical de todo o estado, colhendo demandas e propondo soluções, além de abordar as iniciativas da própria Alese no combate ao vírus.

O petista também fez uma avaliação da ação dos governos frente à pandemia, chamando a atenção para a falta de um planejamento preventivo para o combate à Covid-19; denunciando a ausência de espaços criados pelos governos para o diálogo com o povo e com os trabalhadores; e defendendo a ação articulada entre sociedade e governos para o enfrentamento da interiorização da pandemia e para a construção dos desafios pós-pandemia.

“Foi um debate muito importante e produtivo, com várias intervenções dos internautas, que colocaram as suas opiniões, angústias e indagações. Em tempo de pandemia, os meios virtuais são uma maneira interessante de estarmos próximos das pessoas e debatendo os problemas que a sociedade e os trabalhadores vêm enfrentando. Na impossibilidade de realização de uma plenária presencial, esse modo de fazer uma plenária virtual é extremamente importante para não deixar silenciar o debate sobre a realidade dura que o nosso povo está enfrentando com essa pandemia e ver os caminhos para fortalecer as nossas lutas”, destacou Iran Barbosa.