Imprimir
PDF

Câmara de Aracaju discute o autismo em sessão especial

Escrito por Assessoria de Imprensa on .

Pin It

Na sessão, depoimentos importantes sobre os problemas vividos pelos autistas de SergipeNa sessão, depoimentos importantes sobre os problemas vividos pelos autistas de SergipeA Câmara Municipal de Aracaju realizou, na manhã desta sexta-feira, 05/04, Sessão Especial em homenagem ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, comemorado na última terça-feira, 2 de abril. A sessão foi proposta pelo vereador Lucas Aribé (PSB) e contou com a presença de representantes de instituições que defendem os autistas, da Secretaria de Estado da Educação e da Secretaria Municipal de Educação.

Presidente da sessão, Lucas Aribé lembrou que a abrir espaços no Legislativo Municipal é um caminho adequado para que as pessoas com autismo possam ser ouvidas de maneira apropriada. "Como vereadores, temos a obrigação de realizar sessões especiais e por isso trouxemos o autismo como tema. Os autistas só tiveram seus direitos reconhecidos em âmbito federal em 2012, quando foi criada a lei 12.764/2012, que estabelece normas nacionais e garante ao autista direito à saúde, educação, assistência social e todos os outros direitos para todos os cidadãos. Precisamos cobrar da sociedade e do estado que enxerguem a pessoa com deficiência como cidadão", pontuou o vereador ao dar início à sessão.

O vereador Iran Barbosa, PT, secretário da sessão, parabenizou a iniciativa do colega de parlamento, Luca Aribé, e ressaltou a importância da luta por assegurar mais direitos e assistência às pessoas com autismo. "Participei das atividades da Tarde Azul, no último dia 2, no Parque da Sementeira, embora não tenha podido acompanhar tudo devido a compromissos nesta Casa. Defendo que precisamos de mais políticas públicas que assistam as pessoas que autismo, para que elas possam ser compreendidas de fato como sujeitos de direito", reforçou o parlamentar.

Sessão foi em alusão do 2 de abril, Dia da Conscientização do AutismoSessão foi em alusão do 2 de abril, Dia da Conscientização do AutismoNa sessão do dia 2 de abril da Câmara Municipal de Aracaju, Iran Barbosa destacou o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. “É um dia para que todos possamos fazer uma reflexão mais aprofundada a respeito dos transtornos causados pelo autismo, buscando construir uma cultura de respeito e de alternativas para inserção das pessoas com autismo na nossa sociedade, enfrentando, inclusive, a discriminação e o desrespeito aos direitos dessas pessoas”, lembrou Iran, na ocasião.

Além de Lucas Aribé e Iran Barbosa, a mesa foi composta pelo presidente da Associação dos  Amigos dos Autistas em Sergipe (Amas), Eliseu Norberto Mann, pela representante da Divisão de Educação Especial do Governo do Estado, Denise Emília Almeida Santos; pelo presidente da Associação dos Amigos Autistas, Fábio de Azevedo Viana; e da presidente da Associação de Defesa dos Direitos dos Autistas e fundadora da Amas, Maria do Carmo Tourinho.

Um dos palestrantes da sessão especial, Eliseu Mann explicou as duas realidades vividas na Amas. Segundo ele, há uma parte negativa e outra positiva. "Fazemos um importante trabalho na Amas, com ressocialização, assistência social, educação física, acompanhamento de pedagogos. Tudo da melhor maneira possível. Porém, não recebemos dinheiro para isso. Tem uma verba de subvenção da Assembleia Legislativa que ajuda. Mas no máximo recebemos merenda, dada pelo Estado, que não tem data certa para chegar, e só isso. Não podemos passar a responsabilidade para a sociedade, mas tem que ter ajuda do Estado e precisamos do apoio de vocês, vereadores, do prefeito, de quem puder nos ajudar", pontuou.

(Com informações adicionais da jornalista Tirzah Braga)