Imprimir
PDF

Iran repudia atraso no pagamento dos servidores aposentados do Magistério e do Poder Legislativo

Escrito por Valesca Montalvão | Foto: Gilton Rosas on .

Pin It

Para Iran, justificativas quando se trata de atrasos de salários e proventos não são justificáveisPara Iran, justificativas quando se trata de atrasos de salários e proventos não são justificáveisApós a divulgação do calendário de pagamento dos salários dos servidores municipais, o vereador Iran Barbosa, do PT, utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju, na quarta-feira, 4, para repudiar a decisão do Executivo Municipal em atrasar o pagamento dos proventos dos servidores aposentados do Magistério.

Para Iran, a tentativa de justificar este atraso em decorrência de queda na arrecadação aliada à necessidade de pagamento de dívidas deixadas pela gestão passada não é aceitável.

“Na linha hierárquica de prioridades para pagamento deve estar o pagamento dos salários dos servidores ativos e dos proventos dos aposentados. É decisão, inclusive, dos Tribunais que os salários têm que ter precedência na hora do pagamento”, disse.

O vereador pontuou que a Administração Municipal está ferindo o princípio da pontualidade. Além disso, segundo o parlamentar, as verbas salariais têm natureza alimentar. Portanto, quando não são pagas pontualmente, coloca-se em risco a sobrevivência do trabalhador.

“Estão colocando em andamento uma política similar à política adotada no Estado de Sergipe, que é a de utilizar as dificuldades relativas aos recursos financeiros para justificar a desvalorização da política salarial dos servidores e isso não vamos aceitar”, posicionou-se o parlamentar.  

Poder Legislativo

Servidores aposentados do Poder Legislativo também não receberam os proventos e estiveram na Câmara Municipal para protestar contra o atraso do pagamento.

Neste sentido, Iran apelou para que o Parlamento Municipal seja ágil  em tomar as providências resolutivas para sanar o problema e defendeu que os servidores aposentados do Poder Legislativo sejam de responsabilidade do mesmo.

“O Poder Legislativo é um poder autônomo e com recursos próprios. Os dados referentes a esta Casa mostram que há uma tranquilidade no que diz respeito à quantidade de verbas disponíveis para fazer a política de pessoal”, avaliou o vereador.
 
Iran Barbosa finalizou o seu discurso repudiando o atraso no pagamento dos proventos dos servidores aposentados do Magistério e do Poder Legislativo, prestando solidariedade a esses trabalhadores.