Deputado Iran Barbosa defende permanência de Sergipe no Consórcio Nordeste

0
236

Em sessão remota da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) realizada nesta quinta-feira (04), o deputado Iran Barbosa, do PT, defendeu a permanência do estado no Consórcio Nordeste, bloco criado em março de 2019 e que congrega os nove estados nordestinos.

“Quero manifestar a minha posição favorável à permanência de Sergipe dentro do Consórcio Nordeste. Vejo como muito importante a constituição desse bloco, tanto assim que votei favorável ao projeto que autorizou a adesão do nosso estado ao Consórcio. As críticas a ações do bloco são bem-vindas e, a algumas, eu até me somo; mas muitas delas são meramente frutos de disputas político-ideológicas e, nessas disputas, defendo que Sergipe continue no bloco e enfrente a política de ataques e falta de compromissos do governo da União com os nordestinos”, afirmou.

A formação do Consórcio Nordeste se concretizou com o objetivo de atrair investimentos e alavancar projetos de forma integrada para a região. Dentre as possibilidades do Consórcio estão a realização de compras conjuntas e a implementação de políticas públicas comuns aos nove estados.

Para Iran Barbosa, a ideia de formação desse bloco comum foi acertada e deve ser estimulada e valorizada, por se tratar de uma medida de proteção e fortalecimento dos estados do Nordeste, que é uma região que sempre precisou de atenção especial por parte do governo federal mas que, com raras exceções na história, sempre foi preterido, assim com a região Norte.

“A organização de blocos entre as unidades federativas para defender interesses comuns, no Brasil, não é algo novo, mas, historicamente, sempre foi exercitada, com muita maestria, pelos estados do eixo Sul-Sudeste, que sempre se organizaram para defender, conjuntamente, os seus interesses políticos e econômicos. Já o Norte e o Nordeste sempre ficaram a mercê das políticas coordenadas e definidas pelo governo federal, que sempre priorizou os interesses do Sul-Sudeste. Isso é histórico e todos nós sabemos”, relatou.

De acordo com o petista, a saída de Sergipe do bloco, como querem alguns, seria uma posição de isolamento que não ajudaria o estado nem a população, especialmente em função do avanço da pandemia da Covid-19.

“Ao contrário do que alguns pensam, a permanência do nosso estado dentro do Consórcio Nordeste ajuda e muito, principalmente neste momento. Muito dos estudos científicos aos quais temos tido acesso, a respeito do comportamento da pandemia do coronavírus, são realizados no âmbito do Consórcio e alimentados pelas iniciativas de cada estado. E é por causa desses estudos que ficamos sabendo, por exemplo, que em vários municípios sergipanos a doença vem se espalhando de forma acelerada, com crescimento no número de infectados que vão de 220 a 712 por cento. Não podemos prescindir desses estudos num momento como este, para termos informações precisas que nos ajudarão a tomar as medidas corretas e necessárias”, defendeu o petista.

Ainda de acordo com Iran Barbosa, a experiência de formação do Consórcio Nordeste está dentro de uma lógica de defesa de interesses comuns que é uma tendência mundial, onde países têm formado seus blocos econômicos para defender interesses comuns. Para o petista, não se trata de formação de bloco para enfrentar a federação, mas sim para defender interesses comuns frente à federação.

“Portanto, reforço aqui a minha posição de defesa da permanência de Sergipe no Consórcio Nordeste. Como se trata de uma experiência nova, os problemas que forem surgindo precisam ser avaliados e resolvidos. Isso deve servir para aprimoramos as práticas e não servir para jogarmos fora a ideia de organização desse bloco, fundamental para os estados do Nordeste. Inclusive, essa união já rendeu bons resultados para os estados, recentemente, ao atuarem em bloco para a compra de medicamentos, o que resultou em grande economia para todos. Isso deve ser apoiado e estimulado sempre”, enfatizou o parlamentar.