Iluminar promove Semana para Sensibilização e Defesa da Educação Inclusiva

0
413

De 12 a 16 de abril, o Instituto Lucas e Mariana Aribé de Acessibilidade para a Inclusão Social de Pessoas com Deficiência – Iluminar promoverá a Semana para Sensibilização e Defesa da Educação Inclusiva, em alusão ao Dia Nacional de Luta pela Educação Inclusiva, 14 de abril.

Com o tema “Educação inclusiva: do direito à prática”, o evento online visa defender os direitos dos alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, fomentando a consolidação da educação inclusiva e promovendo o respeito à diversidade.

“Como pensar a inclusão das pessoas com necessidades educacionais especiais no âmbito social e educacional? Como proporcionar, no espaço e no tempo escolar um conhecimento para todas as pessoas, quaisquer que sejam suas condições físicas, sociais, de saúde ou relacionais? O objetivo do evento é refletir exatamente sobre este desafio, uma vez que, é necessário repensarmos o modo de funcionamento institucional das nossas escolas, que por muito tempo e ainda hoje é pautado na lógica da exclusão”, explica o jornalista Lucas Aribé, um dos organizadores da Semana.

O deputado estadual Iran Barbosa, autor da Lei Nº 8.670/2020, que institui no âmbito do Estado de Sergipe, a Semana para Sensibilização e Defesa da Educação Inclusiva de alunos com deficiência, defendeu que a educação é o instrumento de inclusão social mais forte que existe.

“A educação é um direito de todos os cidadãos e cidadãs brasileiros. Neste sentido, é preciso garantir a educação inclusiva com recursos, planejamento, programas e propostas que possam, verdadeiramente, efetivar esse direito. A Semana para Sensibilização e Defesa da Educação Inclusiva cumpre o objetivo de fomentar a reflexão sobre a importância da educação inclusiva; combater a discriminação e a intolerância; e promover o respeito à diversidade”, disse Iran Barbosa, lembrando que o projeto foi resultado de diálogo com entidades voltadas para a defesa da inclusão social e com o então vereador por Aracaju, Lucas Aribé.

A programação terá início no dia 14 com o Webinário “Educação inclusiva: do direito à prática”, a partir das 19 horas. A conferencista será a profª Drª Maria Teresa Eglér Mantoan (Unicamp/SP). Na sequência, haverá uma exposição de livros alusivos ao tema e também das obras do Projeto Educare, com a profª Drª Rita de Cácia Santos Souza (UFS/SE).

Já nos dias 15 e 16 serão oferecidas oficinas gratuitas. No primeiro dia, das 16h às 18h, terá prática de audiodescrição com a professora Rita de Cácia como facilitadora e o jornalista Lucas Aribé como consultor. No segundo dia, a oficina ocorrerá de 15h às 18h com a professora Jaqueline de Jesus Carvalho, especialista em Educação Inclusiva, abordando Práticas Inclusivas. Para participar do evento, basta se inscrever através do Sigaa/UFS.

Durante a semana, a TV Atalaia também exibirá uma série de reportagens em seus telejornais. “Será uma rica oportunidade de dar voz aos principais atores dessa temática, permitindo que eles compartilhem suas experiências exitosas, seus anseios, visto que esse direito de acesso e permanência à educação é garantido em lei, portanto deve ser respeitado e colocado em prática”, aponta Lucas.

São parceiros da Semana: Projeto Aracaju Acessível; mandatos do deputado estadual Iran Barbosa (PT) e da vereadora  Ângela Melo (PT); Núpita/UFS; Jack Criações – Consultoria Pedagógica Educacional; Rede de Leitura Inclusiva de Sergipe; ITCLibras e João Batista dos Santos Neto, tradutor e intérprete da Libras.

Por Will Rodriguez