Aprovada Moção de Iran que pede prioridade de vacinação para pessoas com deficiência

0
539

A Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) aprovou a Moção de Apelo nº 22/2020, de autoria do deputado Iran Barbosa, do PT, dirigida ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para que, seguindo recomendação do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), sejam inseridas as pessoas com deficiência entre as parcelas da população com prioridade de vacinação contra a Covid-19 dentro do Plano Nacional de Imunização.

A Moção do parlamentar petista reforça os argumentos apresentados ao ministro da Saúde pelo Conade, enfatizando que as pessoas com deficiência possuem maior vulnerabilidade ao contágio pelo coronavírus, tendo em vista que a probabilidade de contaminação pelo vírus nos indivíduos com deficiências e com doenças raras aumenta, como é o caso, por exemplo, das pessoas cegas e com baixa visão; das pessoas que necessitam estar em constante contato com cadeiras de rodas ou com outras tecnologias de mobilidade.

Além disso, de acordo com as recomendações do Conade, muitas pessoas com deficiência possuem condições médicas preexistentes, como doenças neurológicas, cardíacas, pulmonares e/ou respiratórias, entre outras; assim como, também, os indivíduos com Síndrome de Down ou com deficiência intelectual severa, que estão num grupo de pessoas com alto risco de contaminação pela Covid-19.

“Agradeço o apoio dos colegas parlamentares, aprovando, unanimemente, essa Moção, e agradeço, também, à Mesa Diretora por ter atendido à minha solicitação de incluirmos essa Moção na pauta de votação, de forma célere, pelas razões óbvias e como forma de marcarmos simbolicamente a semana sobre a qual recai o Dia Mundial de Luta pela Saúde”, disse Iran Barbosa.

“Entendo que é preciso priorizar a inclusão das pessoas com deficiência dentre os grupos prioritários no Plano Nacional de Imunização por razões técnicas e humanitárias. Há um alto grau de vulnerabilidade a que essas pessoas estão sujeitas, o que implica na necessidade de incluí-las entre aqueles que são prioridade no acesso à vacinação”,
explicou o autor da Moção, lembrando que as pessoas com deficiência, infelizmente, já estão expostas a uma série de dificuldades em função do modelo excludente que sustenta a nossa sociedade.