Iran Barbosa apela para garantia de abastecimento de água em Poço Redondo

0
218
Foto: Dreamstime/Criative Commons

Nesta terça-feira, 23, deputado estadual Iran Barbosa (PT) usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) para dar ciência de um documento que recebeu de um morador de Poço Redondo, denunciando que há mais de 15 dias a cidade está sem água nas torneiras para o consumo humano.

De acordo com o denunciante, a Companhia de Saneamento de Sergipe – Deso, que detém a concessão para os serviços de distribuição de água tratada naquele município, até o presente momento não informou à população os motivos que levaram ao desabastecimento da cidade e da região, e nem informou as providências que estão sendo tomadas para que a população volte a ter acesso à água em suas residências.

“Aqui não tem água tratada para beber e nem para a higiene pessoal. Em tempo, informo que na cidade de Poço Redondo a falta de água tratada é frequente e nas comunidades do município como Lagoa das Areias, Barra da Onça, Pioneira, Lagoa dos Bichos, Areias, Patos, Madre Tereza de Calcutá e outras, raramente chega água nas torneiras, ficando até mais de 60 dias sem o abastecimento”, enfatiza um trecho da carta entregue ao parlamentar.

Para Iran Barbosa, o problema é sério e aponta para a necessidade de maiores investimentos na Companhia de Saneamento de Sergipe. O parlamentar cobrou ação imediata para solucionar o problema, já que a população não pode prescindir de água para sobreviver.

“A Deso lida com algo que é extremamente indispensável à vida: a água, e sabemos que ela tem um corpo de funcionários dedicados, mas com cada vez menos condições de trabalho para operar, diante do grande desafio que é anteder a todo o estado. É preciso que o governo do Estado e a Deso tomem as providências necessárias para resolver esses problemas de abastecimento”, cobrou o petista.

Urgente reestruturação

A carta entregue a Iran também aponta que a necessidade urgente de reestruturação da adutora que abastece o Semiárido sergipano e que dá cobertura ao território de Poço Redondo e outros da região que também enfrentam problemas de abastecimento.

O documento destaca, ainda, o seguinte: “Temos água em abundância ainda no Rio São Francisco, que margeia mais de 23 quilômetros o município de Poço Redondo, e o Lago de Xingó está abarrotado d’água há poucos quilômetros daqui. Há de se concluir que no Sertão de Sergipe não falta água, falta seriedade dos governos, falta investimento em estruturas hídricas e compromisso com uma política pública justa de distribuição de água. Alguém já disse: No sertão não falta água; falta justiça”.

“Deixo aqui esse registro e aproveito para solicitar da direção da Deso e do governo do Estado que averiguem, in loco, essas informações e busquem tomar as providências necessárias para corrigir o problema e garantir a continuidade do abastecimento de água em Poço Redondo e em toda a região”, apelou Iran Barbosa.