Iran Barbosa destaca o legado de Dom Távora e os 60 anos da Diocese de Propriá

0
129
Arcebispo Dom José Vicente Távora

O deputado estadual Iran Barbosa, do PT, aproveitou a sessão mista da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), nesta quarta-feira, 14, para fazer dois registros históricos importantes. No primeiro, Iran falou sobre os 50 anos de morte do arcebispo Dom José Vicente Távora. O petista destacou que o ‘Padre dos Operários’, assim como também ficou conhecido Dom Távora, foi um verdadeiro defensor da classe trabalhadora, da democracia, e, principalmente, dos direitos humanos.

Iran pontuou que, este ano, fez meio século que ficamos sem Dom José Vicente Távora entre nós. Sua morte ocorreu no dia 3 de abril de 1970. Para o parlamentar, o primeiro arcebispo da Diocese Metropolitana de Aracaju deixou marcas indeléveis na história religiosa e social do nosso Estado.

“Na véspera do Dia dos professores e das professoras, presto homenagens a Dom Távora, que foi o fundador e o primeiro presidente do Movimento de Educação de Base, o MEB. Foi também um grande impulsionador da Rádio Cultura, onde implantou a primeira experiência de ‘Escolas Radiofônicas’, marco na luta pela educação das camadas populares e camponesas, instituindo o ‘Projeto de Alfabetização, Educação para Reforma Agrária e Legislação’. Quero homenagear a minha categoria, homenageando esse importante incentivador da Educação Popular e fico muito feliz e agradecido por, no dia de ontem, termos aprovado, nesta Casa, o Projeto de Lei que institui o ano de 2021 como ‘Ano Cultural Paulo Freire’, outro grande defensor da Educação do povo e patrono da nossa Educação. Considero que foi simbólico apreciarmos e aprovarmos esse Projeto durante esta semana”, destacou Iran.

Diocese de Propriá

Iran Barbosa também aproveitou para registrar que na próxima sexta-feira, 16, comemoram-se os 60 anos de instalação da Diocese de Propriá.

“A Diocese de Propriá foi criada em 30 de abril de 1960 e instalada em 16 de outubro de 1960. Gostaria de congratular-me com todos os diocesanos, homenageando-os através do seu primeiro bispo diocesano, Dom José Brandão de Castro”, manifestou Iran.

Iran Barbosa ressaltou que a Diocese tem um trabalho marcante na área social e rememorou que a Bula Papal que criou a Diocese de Propriá foi assinada pelo Papa João XXIII e que, na Ata de sua instalação, constam, além das assinaturas das autoridades eclesiásticas, as assinaturas do governador e do presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe da época.