Professores de Estância fazem reunião contra o fechamento do ensino noturno

0
171

O Professor e Deputado Estadual Iran Barbosa participou de uma reunião, na terça-feira, 30, com professores e professoras de escolas da rede pública estadual do município de Estância, na qual discutiram estratégias de resistência à política de encerramento da oferta do ensino regular noturno adotada pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc).

Docentes das Escolas Estaduais Constâncio Vieira, Gumercindo Bessa e Valter Franco, organizaram a reunião, convidaram o parlamentar e participaram ativamente da discussão, relatando os problemas sociais e educacionais decorrentes da medida; demonstrando a preocupação com os rumos da política de fechamento do ensino médio regular noturno e o prejuízo para os discentes que precisam trabalhar durante o dia.

De acordo com os educadores, mesmo onde eles conseguem resistir ao fechamento da oferta de turmas nas escolas, o novo método adotado para a realização de matrículas, com mudança de horários, inviabiliza a possibilidade de jovens que moram em comunidades distantes se matricularem. Somados a isso, a dificuldade do acesso à internet para os alunos mais pobres e a indisponibilidade de transporte, aumentam as dificuldades e implementam, na prática, a negação do direito ao acesso à Educação.

Os educadores avaliam que os gestores estabeleceram essas medidas como estratégia para atingir seu objetivo de fechamento da oferta do ensino noturno regular, o que prejudica profundamente o direito dos eatudantes e cria, todos os anos, uma insegurança para os professores e professoras das escolas públicas do Estado de Sergipe que vivem a angústia da incerteza se haverá turmas em suas escolas para o desempenho de suas funções.

Os profissionais também denunciam a falta de diálogo por parte da Seduc e da Diretoria Regional de Educação (DRE’01) no sentido de ouvir e atender a comunidade escolar, enfatizando que não houve discussão prévia sobre o fechamento do ensino médio noturno.

Na sua fala, o deputado Iran Barbosa destacou que essa é uma política nociva que vem sendo adotada em todo o Estado.

“Tenho recebido diversos relatos e participado de diversas reuniões com educadoras e estudantes onde são apreaentados os mesmos problemas. Está evidente que essa é uma política planejada pela Seduc que precisa ser enfrentada para impedirmos a negação de direitos assegurados na Constituição e na Lei de Diretrizes e Basea da Educação Nacional (LDB) aos nossos adolescentes e jovens. Quero parabenizar todos vocês pela mobilização, pela resistência e pelos argumentos apresentados aqui”, falou.

Em seguida, o parlamentar apresentou algumas propostas de encaminhamentos que serão adotados pelo seu mandato para contribuir com a luta pela garantia do direito à Educação.

“A ideia é que somemos forças às lutas que estão sendo feitas nas eacolas por professores, eatudantes, conselhos escolares e alguns diretores, para que possamos robustecer a resistência das comunidades escolares; das entidades estudantis, com as quais já tive reunião; e do nosso sindicato, o Sintese”, finalizou o deputado.