Iran registra Ato em Defesa dos Servidores, os 26 Anos do CDJBC e a perda de Simone Leite

0
163
Ato em Defesa dos Serviços Públicos e da Revisão Salarial dos Servidores

O deputado estadual Iran Barbosa, do PT, aproveitou a Sessão Mista desta terça-feira, 15, da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) para fazer três registros importantes.

No primeiro, Iran destacou a realização do Ato em Defesa dos Serviços Públicos e da Revisão Salarial dos Servidores.

O petista pontuou que o Ato foi construído pelos sindicatos do serviço público sergipano e pela Central Única dos Trabalhadores (CUT Sergipe), e aconteceu em frente ao Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), nesta manhã.

“Os servidores amargam anos sem qualquer tipo de reajuste salarial e continuam com o seu direito constitucional à revisão anual sendo negado. Os Poderes Públicos Estadual e Municipais não garantem nem o cumprimento da revisão inflacionária e, portanto, não é justo que esses trabalhadores tenham os seus salários corroídos pela inflação ao longo desses anos”, disse.

“O mandato que represento participou do Ato e aproveito para reforçar o meu apoio à luta dos servidores públicos”, manifestou o petista.

 26 anos do CDJBC

O parlamentar também aproveitou a oportunidade para parabenizar o Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC) pelo seu 26º Aniversário, comemorado no dia 11 de junho.

Iran Barbosa disse que o CDJBC é uma organização social, sem fins lucrativos, fundada em 1995 por trabalhadores rurais e pessoas que lutam pela promoção, acesso e posse da terra e pelos direitos dos trabalhadores rurais, atuando em mais de 50 municípios do estado, com concentração no semiárido.

Falecimento

Ainda durante a sua fala, Iran Barbosa lamentou o falecimento da enfermeira, especialista em Saúde Pública, conselheira nacional de Saúde e coordenadora estadual do Movimento Popular de Saúde em Sergipe (Mops), Simone Maria Leite Batista.

“No último dia 12, com imensa tristeza, recebi a notícia da morte da companheira Simone Leite. Incansável militante social, fervorosa defensora do Sistema Único de Saúde (SUS) e importante ativista pela instituição da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS”, destacou Iran, manifestando o pesar aos familiares e amigos.

“Apresentei, nesta Casa, o Projeto de Lei Nº 38/2021, que prevê, justamente, diretrizes para a implementação dessas práticas integrativas. Gostaria de solicitar à Mesa Diretora que colocasse em pauta, para votação, esse projeto em homenagem à militante Simone Leite. Em caso de aprovação, a nossa solicitação é a de que a futura Lei seja denominada ‘Lei Simone Leite’ ”, sugeriu Iran Barbosa.