Iran Barbosa reforça a luta do magistério sergipano

0
356
"Continuaremos a resistir e a lutar pela educação de Sergipe”, afirmou Iran Barbosa

A luta em favor da educação e dos educadores de Sergipe é um compromisso histórico do professor e parlamentar Iran Barbosa, do PT, que além de apoiar e participar das atividades de luta da categoria, defende os interesses do magistério na Assembleia Legislativa e nos demais espaços de atuação do mandato.

Mais uma vez, o deputado Iran Barbosa participou de uma agenda de luta da categoria, a Assembleia Geral Unificada das Redes Estadual e Municipais de Ensino, que aconteceu na manhã desta quinta-feira, 26, para discutir, entre outras pautas, Projetos de Lei, de autoria do Poder Executivo, que versam sobre o Sistema de Avaliação da Educação Básica de Sergipe e sobre o Programa Alfabetizar pra Valer. A atividade foi realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (SINTESE).

Na oportunidade, o parlamentar apresentou alguns informes da tramitação dos projetos e relativamente a outros dados de interesse da categoria.

“Assim que foi feita a leitura das proposituras na Casa Legislativa, imediatamente defendi a realização de uma Audiência Pública pela Comissão de Educação, Cultura e Desporto para discutir as propostas com mais profundidade e envolvendo todos os segmentos interessados no debate e comecei a dialogar com a presidência da Alese para que os projetos não fossem colocados em votação, apelando ao Executivo pela retirada deles e pela instalação de um fórum para aprofundar a discussão sobre os temas com as entidades sindicais, estudantis, com os conselhos de Educação e com as agências formadoras do Magistério”, informou Iran.

O deputado chamou a atenção, ainda, para a importante pauta nacional que está em andamento e que trata do futuro do Fundeb no Brasil, acrescentando que na última sexta-feira, 20, o seu mandato realizou uma Audiência Pública que debateu o Plano Nacional de Educação e o fim do prazo de vigência do Fundeb.

“Precisamos defender a ampliação dos recursos para a Educação; a melhor distribuição dos recursos concentrados na União para as demais unidades federadas; a garantia do piso salarial dos profissionais da educação e do avanço do custo-aluno-qualidade em nosso país. A nossa categoria possui um grande acúmulo de luta, que começa, principalmente, no chão da escola. Continuaremos a resistir e a lutar pela educação de Sergipe”, afirmou Iran Barbosa.

Valesca Montalvãovalesca.montalvao