Iran se solidariza aos servidores do Fisco na luta pela unificação das carreiras

0
714
Iran fez questão de dialogar com os trabalhadores do Fisco nas galerias

Na manhã desta terça-feira, 2, o deputado estadual Iran Barbosa, do Psol, manifestou a sua solidariedade e apoio à luta dos auditores fiscais tributários, que, no retorno dos trabalhos na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese), se fizeram presentes na casa para dialogar com os parlamentares sobre o Projeto de Lei do Poder Executivo que tramita na casa e que trata da unificação das duas carreiras existentes no Fisco Estadual – a de Técnico e a de Auditor Fiscal tributários.

“Quero manifestar, mais uma vez, a minha irrestrita solidariedade a essa luta dos servidores do Fisco e parabenizar o Sindifisco por organizar a luta desses trabalhadores, que buscam obter um resultado positivo no processo de negociação para a unificação das duas carreiras existentes no Fisco, dentro do que foi negociado entre a categoria e o governo. Essa é uma medida que reputo importante, na perspectiva de valorização desses trabalhadores. O governo já enviou o Projeto de Lei, que está tramitando e há ajustes a serem feitos, mas que estão em andamento, segundo me informaram os dirigentes do Sindifisco”, disse o parlamentar.

Iran fez um apelo ao líder do governo e à bancada governista na Alese, assim como ao secretário da Fazenda e ao próprio governador, para que os ajustes que estão sendo negociados sejam feitos da melhor forma possível e que o Projeto de Lei chegue em plenário para votação com todos os conflitos resolvidos.

“Dessa forma, podemos garantir a sua aprovação no mais curto espaço de tempo, porque não se trata de um benefício corporativo, mas de um avanço para os interesses coletividade. Valorizar os trabalhadores do Fisco, garantindo uma carreira estimulante e bem estruturada e dando-lhes as necessárias condições de trabalho tem impacto na melhora da arrecadação do Estado e repercute positivamente na máquina administrativa, beneficiando, assim, a população, que é quem financia o Estado através dos tributos que são arrecadados”, reforçou Iran Barbosa.