Deputado Iran Barbosa propõe Mesa de Negociação para valorização de Servidores Públicos

0
151

O deputado Iran Barbosa aproveitou a votação do Projeto de Lei n° 134/2021, na quarta-feira (9), para denunciar, mais uma vez, a política contínua de desvalorização e de ataques aos direitos dos servidores públicos estaduais que, entre outros problemas, amargam oito anos sem reajuste salarial e convivem com uma completa falta de política de valorização que estimule a sua permanência no Serviço Público.

“Estamos diante de um governo que não dialoga com os seus servidores, que amargam, em sua maioria, oito anos sem reajuste salarial. O governo precisa sentar com essas categorias. E não adianta dizer que em um outro momento vai se discutir os problemas dessa ou daquela categoria especificamente, porque o problema atinge o conjunto dos servidores públicos. Neste sentido, apelo, mais uma vez, para que a atual gestão estadual abra uma Mesa de Negociação para dialogar com as categorias que compõem o conjunto dos servidores e empregados públicos a fim de buscar soluções para os problemas existentes e de valorização permanente para os trabalhadores que atuam no Estado”, defendeu o petista.

“Precisamos desse fórum de discussão com o os servidores públicos para o bem geral do Estado. O governo precisa ouvir os seus servidores com paciência, porque tem muitos que já estão na iminência de sequer ter como pagar as despesas de sua feira. Esses trabalhadores estão sufocados, não aguentam mais um ano sem reajuste salarial. É preciso que o governo apresente alternativas para uma política de valorização geral dos servidores, porque a questão é de sobrevivência, e isso não se resolve com soluções pontuais”, reforçou o parlamentar.

Iran lembrou que a ausência de revisão geral dos salários, de reajuste salarial, de atualização de acordos coletivos e da falta do reajuste do valor do piso salarial do magistério tem gerado distorções e dificuldades que não serão resolvidas com medidas pontuais que, poderão diminuir a pressão de determinados setores do Serviço Público, mas seguirá gerando insatisfações, discordâncias e reações da parte dos demais servidores.

“Temos que encontrar caminhos para resolver a situação geral de penúria dos servidores públicos. Não estou dizendo que isso seja fácil de resolver. Mas o governo que disse que ‘veio para resolver’ precisa ouvir os principais interessados, debater os problemas e encontrar soluções. Isso só se realiza com diálogo e a Mesa de Negociação entre o governo e os servidores será, com certeza, o instrumento mais democrático e eficaz para isso ocorrer”, defendeu.