Deputado Iran Barbosa apoia a pauta de luta do ‘Movimento Polícia Unida’

0
336

Na sessão mista desta quarta-feira (16) da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), o deputado estadual Iran Barbosa, do PT, destacou a reunião que teve, na tarde de ontem (15), com representantes dos policiais civis, policiais militares e dos bombeiros militares que compõem o “Movimento Polícia Unida”, que congrega nove entidades sindicais.

No encontro, que aconteceu de forma remota, os representantes das entidades colocaram as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores da Segurança Pública, bem como a falta de espaço para o diálogo das categorias com o governador Belivaldo Chagas. Ainda de acordo com os representantes, há 276 dias que foi solicitada, por ofício, uma audiência com Belivaldo, mas até o presente momento não houve resposta à solicitação.

“Gostaria de apelar ao governador para que receba os representantes do Movimento Polícia Unida. É importante ouvir o que eles têm a dizer, inclusive porque as categorias, atendendo a um pedido do próprio governador, diante das muitas reivindicações específicas de cada segmento, discutiram e estão apresentando uma pauta unificada, o que facilitará o processo de negociação”, relatou o parlamentar, destacando que o principal item dessa pauta é o pagamento do direito, que lhes é assegurado constitucionalmente, ao Adicional de Periculosidade.

Para Iran, o pleito dos policiais civis, dos policiais militares e dos bombeiros militares é mais do que justo, tem fundamento constitucional e deve ser atendido.

“O que precisa é a abertura do diálogo para que se discuta esse e outros pleitos das categorias e para que se chegue a uma solução. Espero que o governador, agindo com inteligência, possa receber as lideranças do movimento para tratar dessa pauta, que tem o meu total apoio, porque entendo que a atividade da Segurança Pública exige a exposição daqueles que atuam na linha de frente a situações de perigo, permanentemente. Eu me somo a todos aqueles que apoiam essa luta”, afirmou o parlamentar petista.